domingo, 28 de agosto de 2016

HISTÓRIA DA UMBANDA NO BRASIL

Conhecer a nossa história significa, entre outras coisas, não repetir os erros do passado. Há vinte e cinco anos recebi do Astral a tarefa de resgatar a memória da Umbanda. Desde então uma árdua, mas prazerosa tarefa vem sendo desenvolvida com o auxilio precioso do Astral e de irmãos que também tem o interesse nesta jornada, além de uma profunda pesquisa de documentos, matérias, reportagens, imagens e depoimentos. Visitas físicas e virtuais à Biblioteca Nacional, sebos e terreiros tem sido de grande valia.
Hoje o registro da Umbanda está concentrado na EDITORA DO CONHECIMENTO.
Durante 20 anos tentei encontrar um exemplar do livro “No Mundo dos Espíritos”, de Leal de Souza, o primeiro que fala de Umbanda, de 1925. O mesmo Leal de Souza, o primeiro historiador da nossa religião, escreveu “O Espiritismo, a Magia e as Sete Linhas da Umbanda”, em 1932. O primeiro eu consegui em 2010 e repassei para a Editora que o publicou em 2012. O mesmo ocorreu com o segundo que já encontra na segunda edição.
“Antonio Eliezer Leal de Souza: o primeiro escritor da Umbanda” é a primeira biografia sobre o jornalista, poeta parnasiano (lançado por Olavo Bilac), espírita e umbandista. Dois anos de trabalho ininterrupto culminaram com o lançamento desta obra, em 2009. Um ano depois foi publicado o livro “A Construção Histórica da Literatura Umbandista”.
Um projeto ambicioso e de fôlego foi iniciado em 2013. A coleção “História da Umbanda no Brasil”. O primeiro e segundo volumes foram lançados em 2014. Em 2015 saiu o terceiro volume. O quarto volume está na fase final de produção e será lançado em breve. O quinto volume está sendo redigido e deverá ficar pronto até o fim do ano.
Cabe ainda registrar que a EDITORA DO CONHECIMENTO lançou, em 2015, a obra “Reflexões sobre a escola do Caboclo Mirim”, de Sérgio Navarro Teixeira. Outra obra interessante é “História da Umbanda: uma religião brasileira”, do nosso irmão Alexandre Cumino, publicada pela Madras Editora.

Enfim: a Umbanda tem história e ela está devidamente registrada.

edconhecimento.com.br










3 comentários:

Sergio Navarro Teixeira disse...

Muito honrado em ter meu trabalho elencado junto às obras do prof Diamantino. Saravá!

Diamantino F. Trindade disse...

Salve meu irmão. Sua obra é de extrema importância par a história da nossa obra.

Diamantino F. Trindade disse...

Muito importante para nossa história.